Publicado por: Márcio Pereira | Março 20, 2010

Auto-Exame da Mama, por Enf.ª Silvana Bernardes

Enf.ª Silvana Bernardes

No mês em que se comemorou o Dia Internacional da Mulher, o tema que escolhi para desenvolver nesta rubrica foi o Auto-Exame da Mama. O meu objectivo não é falar de Cancro da Mama, mas sobretudo alertar os leitores (em especial as mulheres) para a importância das medidas de prevenção e rastreio de uma das doenças com maior impacto emocional na vida das mulheres.

O que é o Cancro da Mama?

O cancro da mama é considerado o tipo de cancro mais frequente no sexo feminino (apesar de cerca de 1% dos casos ser em homens), assim como a principal causa de morte nas mulheres com idades compreendidas entre os 30 e os 54 anos.

Trata-se de um tumor maligno que se desenvolve nas células do tecido mamário, caracterizando-se pela divisão e crescimento descontrolado destas células. Geralmente apresenta-se como uma massa dura e irregular, diferente do resto da mama pela sua consistência.

Existe uma grande diversidade de cancros da mama, cujas causas, formas de evolução, tratamentos e prognósticos variam de pessoa para pessoa e com o próprio tipo de tumor.

Qual a importância do Auto-Exame da Mama?

O Auto-Exame da Mama é um exame efectuado pela própria mulher, extremamente simples e rápido, que lhe permite conhecer melhor a anatomia das suas próprias mamas, tornando-a mais apta para o reconhecimento de possíveis alterações que possam surgir. Ao contrário do que muitas vezes se possa pensar, não é apenas indicado às mulheres adultas, mas também a todas as jovens desde a adolescência.

Quando fazer o Auto-Exame da Mama?

O auto-exame deve ser feito todos os meses, de preferência 8 dias após o primeiro dia da menstruação, pois é a altura em que a tensão mamária provavelmente será menor. No caso das mulheres que já se encontram na menopausa, devem determinar um dia do mês para o fazer (por exemplo, primeiro dia do mês).

A que alterações se deve ficar alerta?

As alterações que pode detectar nas suas mamas e para as quais deve ficar alerta incluem:

  • Aparecimento de um nódulo;
  • Endurecimento da mama ou zona debaixo do braço;
  • Alteração no tamanho ou no formato da mama;
  • Mudança na coloração ou na sensibilidade da pele da mama ou da auréola;
  • Secreção contínua pelo mamilo;
  • Retracção da pele da mama ou do mamilo;
  • Inchaço significativo.

Perante estes sinais deve consultar o seu médico para que este proceda a um exame mais rigoroso. No entanto, evite entrar de imediato em pânico. Lembre-se que nem todos os nódulos da mama são cancerosos e a maioria são até benignos.

Como fazer o Auto-Exame da Mama?

O Auto-Exame da Mama deve ser feito em 3 fases:

  1. Observação em frente ao espelho e pressão sobre o mamilo – Observe as duas mamas, primeiro com os braços caídos, depois com as mãos na cintura (fazendo alguma força nas mãos) e, finalmente, com elas atrás da cabeça. Faça uma ligeira pressão sobre o mamilo para ver se há saída de algum líquido ou se o mamilo está umbilicado.
  2. Palpação de pé – Levante o braço esquerdo e ponha a mão atrás da cabeça. Com a mão direita palpe cuidadosamente a mama esquerda. Divida o seio em faixas verticais e horizontais e com os dedos estendidos e em pequenos movimentos circulares, faça a palpação de cada faixa, de cima para baixo. Palpe também a axila. Não esqueça que toda a mama deve ser palpada, mas dê particular atenção ao quadrante superior-externo. Repita as mesmas manobras para a mama direita. Execute este procedimento de preferência durante o banho, com o corpo molhado e as mãos ensaboadas, pois torná-lo-á mais fácil.
  3. Palpação deitada – Deitada, de preferência com uma almofada debaixo da mama, palpe cada mama cumprindo o mesmo método utilizado para a palpação de pé.

Nota: O auto-exame da mama não substitui o exame médico e a mamografia, outras duas importantes armas para o rastreio precoce do cancro da mama.

Referência Bibliográficas:

INFOCANCRO. O cancro da mama [em linha]. (revisto em 18/03/2010) [citado em 18/03/2010 – 16:40]. Disponível em URL: www.Roche.pt/InfoCancro

LIGA PORTUGUESA CONTRA O CANCRO. Programa de Rastreio de Cancro da Mama [em linha]. [citado em 18/03/2010 – 16:40]. Disponível em URL: www.ligacontracancro.pt

OTTO, S. Enfermagem em Oncologia. 3ª Edição. Lisboa: Lusociência, 2000.

PORTAL DA SAÚDE. Cancro da mama [em linha]. [citado em 18/03/2010 – 16:40]. Disponível em URL: www.portaldasaude.pt


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: