Publicado por: Márcio Pereira | Janeiro 17, 2010

Prevenir o Eritema Pérnio (Frieiras), por Enf.ª Silvana Bernardes

Escrito por: Enf.ª Silvana Bernardes

Todos os anos, com a chegada do Inverno e as temperaturas baixas, uma parte muito significativa da nossa população sofre de lesões provocadas pelo frio.

O eritema pérnio, vulgarmente designado de frieiras, trata-se do mais comum destes problemas. Não se tratando de uma doença grave é, contudo, muito incomodativa e de difícil tratamento, levando a que os cuidados preventivos assumam um papel essencial.

O que é o eritema pérnio?

O eritema pérnio é uma lesão cutânea provocada pela exposição excessiva ao frio.

Caracteriza-se por uma inflamação dolorosa da pele, deixando-a vermelha, inchada, com alterações de sensibilidade e provocando comichão. Em casos mais graves, pode mesmo causar bolhas e eventualmente feridas.

Normalmente, afecta as zonas do corpo que estão mais expostas às baixas temperaturas e à humidade, como é o caso das mãos, pés, orelhas e nariz.

Como surge o eritema pérnio?

As frieiras são o resultado de uma reacção anormal ao frio.

Quando estamos expostos ao frio por um período de tempo mais prolongado, os vasos sanguíneos de algumas zonas do nosso corpo, em especial das extremidades, contraem, para que sejam enviados aos nossos órgãos vitais maiores quantidades de sangue.

No caso das pessoas com eritema pérnio, o que se verifica é uma alteração ao nível dos pequenos vasos sanguíneos superficiais, que vai levar a que, perante o frio, estes contraiam um pouco mais, impedindo que o sangue circule normalmente até à pele.

Acredita-se que na origem deste problema possam estar factores genéticos, hormonais ou problemas circulatórios.

Como prevenir o eritema pérnio?

A intervenção sobre as frieiras passa mais pela prevenção do que por um tratamento propriamente dito. Para evitar o desenvolvimento ou agravamento deste tipo de lesões:

  • Sempre que possível, evite contactos muito prolongados com ambientes muito frios e húmidos;
  • Proteja as extremidades com roupas adequadas, de preferência de lã (luvas, meias e calçado quente, gorro, etc.);
  • Evite aquecer-se directamente em fontes de calor muito intensas. O calor previne e melhora as frieiras desde que pouco intenso;
  • Massaje suavemente as regiões afectadas;
  • Hidrate bem a pele, com um bom creme hidratante;
  • Faça exercícios físicos de intensidade moderada, pois ajudam a activar a circulação sanguínea.

Responses

  1. Agradeco pois tenho eritema muitos anos e sofro todos anos no inverno pois moro rio grande sul

  2. esta doença tem perigo de alguma coisa grave?ou risco de algo?

  3. eu tenho tbm a + ou – 3 anos é muito desconfortavél. Gostaria de saber se tem algum tratamento?

  4. Olá, eu sempre tive frieiras e todosos anos sofro bastante. Ultimamente uso o creme rspharma frieiras e nunca mais tive as frieiras tão assanhadas como dantes. Começo a usar antes de começar o frio como prevenção. Foi uma amiga que me recomendou e eu faço sempre o mesmo, recomendo porque comigo funciona e o alívio é imediato.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: